Seguidores

20181015

RECICLANDO CAIXAS

                           p. f.  ampliar a foto


Aproxima-se o tempo frio. E estamos a pouco mais de dois meses do Natal. Tempos em que sempre nos apetece um bombom. E como toda a gente sabe disso há sempre alguém que nos oferece um caixa com os doces pecados.Um marido amoroso, um namorado apaixonado, um amigo gentil, um pai carinhoso, um irmão amigo, ou na falta de todos estes elementos, nós mesmas os compramos. E garantem os especialistas são precisamente aquelas que não têm ninguém que lhos ofereça, as maiores consumidoras.
Adiante, de uma forma ou de outra juntamos sempre várias caixas em casa, de vários tamanhos. E que fazemos? Mandamos para o lixo? E que tal reciclá-las? Vejam o que fiz com estas que tinha em casa. Utilizei tinta acrílica, guardanapos de papel cola, gliter e verniz vitral para fixar. Fiz estas para os pacotinhos de chá, mas podem fazer-se para variadas coisas. Guarda-jóias. alfinetes, clipes e demais bugigangas que sempre guardamos e nunca sabemos onde quando precisamos



20181006

PRATO DE VIDRO PINTADO

Prato de vidro pintado a preto e branco, utilizando a técnica do craquelado.  Espero que gostem.

Bom fim-de-semana

20180923

QUICHE DE FRANGO ASSADO

E hoje foi dia de quiche de aproveitamento. Já aqui expliquei que sempre que se come frango assado cá em casa, sobram os peitos do frango. E então eu costumo fazer esta quiche. Dei até a receita. Só que desta vez usei outro tipo de legumes Couve flor, alho francês,, ervilhas, rebentos de bambu, de soja e algas No resto fiz igualzinho. Mas confesso que gostei mais desta.
Para quem não viu a receita vejam aqui

20180917

DECOUPAGEM SOBRE VIDRO

Estamos no fim do Verão, e daqui ao Natal o tempo passa a correr. A vida difícil da atualidade não dá para grandes prendas, mas uma lembrança feita por nós, é sempre uma prova e carinho para aqueles/as que estimamos. E às vezes custa tão pouco. Estas duas peças de vidro grosso, e transparente custaram 1 € cada.
Vou contar-vos o que fiz


Depois de as lavar e secar, virei-as ao contrário e passei um algodão com álcool para uma melhor limpeza. Apliquei cola e os frutos, (podiam ser flores, velas etc) recortados de guardanapo. Deixei secar bem e pintei todo o espaço transparente com tinta para vidro e cerâmica nos tons azul e prata. Primeiro o azul em pinceladas irregulares, e só depois da tinta secar, pintei todo o vidro com a cor prata. Depois de seco, dei uma boa camada de verniz vitral para fixar. E pronto, duas bonitas e originais peças, que ninguém desdenharia receber.


20180904

MAIS UM ANIVERSÁRIO


E ontem foi dia de aniversário. E aqui a parte doce do menu. Um bolo de aniversário totalmente decorado em cor de rosa, feito por mim claro e que recebeu muitos elogios, e a mousse de ananás.


A neta também quis soprar as velas.


Com o filhote
 Com os dois homens da minha vida

20180705

RECICLANDO


Andei dando umas voltas no guarda fatos, e entre outras coisas encontrei uma camisa do mais-que-tudo. presente de um aniversário, mas que ele não vestia por não gostar do colarinho. Vai daí desmanchei a camisa e fiz um vestidinho para a neta. Dá camisa ficaram estes restos 

As mangas e o colarinho...

20180628

MAIS UM ANIVERSÁRIO

E hoje trago-vos mais um bolo de aniversário. O filho nasceu na noite de S. Pedro, exatamente há 38 anos. A neta veio cá na segunda feira com uma foto de como queria o bolo de aniversário para o pai. Ela sabe que eu sempre faço aquilo que ela pede e uma camisa com gravata eu até já tinha feito. Mas caramba com o calor fazer este colarinho e fazer com que ficasse assim não foi mole. Estendi a massa e fiz o colarinho umas 50 vezes. Acabava de o fazer dez minutos depois estava caído. Cansada e com dores nas costas, meti a massa num saco plástico e deixei-a ao relento na varanda. Esta manhã levantei-me estendi a massa moldei o colarinho, e agora tenho o bolo frente à ventoinha para se manter bem. É que a massa não pode ir ao frigorífico.