Seguidores

20070830

PINTURA EM PORCELANA


prato de porcelana
1 estampa para porcelana.
Lustrina
álcool
uma esponja, ou saco de plástico.
Limpe muito bem o prato com álcool para tirar qualquer gordura ou outra impureza.
Ponha a estampa de molho até que ela se separe do papel. Ponha a estampa, em cima duma toalha turca para tirar o excesso de água. Coloque no prato , no sitio desejado. Com a toalha vá puxando e carregando na estampa, do meio para as pontas, de modo a que não fique qualquer bolha, entre a estampa e o prato. (Esta operação tem que ser feita com a máxima suavidade, porque senão era uma vez uma estampa.) Deixe secar até ao outro dia.
Ponha num recipiente (o tal azulejo) umas gotas de lustrina. Deve escolher a lustrina da cor da estampa. E vai verificar que a lustrina é sempre castanha. Não se preocupe. Quando fôr á Mufla, fica da cor que escolheu. Então põe umas gotas de lustrina no recipiente, e com a pontinha da esponja, vai molhando na lustrina e vai batendo no prato conforme o gosto para fazer a borda.
Pessoalmente eu gosto mais de trabalhar com um saco de plástico. Um saco daqueles brancos de cozinha, amasso bem o saco e vou tocando alternadamente a lustrina e o prato.
Quando estiver a gosto deixa secar durante dois dias. Vai á mufla para queima.
Nota: A mufla é um forno de queima a altas temperaturas para porcelanas. É muito caro. Mas normalmente nas casas de arte decorativa, têem mufla e aceitam trabalho para cozer. E é barato. Entre 1 e 2 euros por peça.
Espero que gostem

20070829

UMA VISITA AO FORTE DE PENICHE...

Parte das muralhas e interior do forte de Peniche. Este foi um dos locais de prisão e tortura, nos tempos do estado novo. Aqui esteve preso entre outros activistas políticos Alvaro Cunhal.
Um angulo da rocha que sustenta o forte

Vista do cais, tirada do cimo das celas.

O edifício das celas, hoje transformado em Museu
O poço das torturas

Ao fundo com aspecto de capela, ficavam as solitárias

entrada para o forte

A entrada vista da estrada

Um angulo do forte

O monumento aos pescadores no largo do forte.

Um simbolo de pesca, no jardim fronteiriço á entrada do forte

20070824

PRAIA DA ROCHA...

E como temos estado em Lagos, vamos dar um saltinho á Praia da Rocha. Afinal são apenas 17 Km até lá. Esta é uma das mais famosas praias do Algarve. A mim pessoalmente não me agrada muito. E porquê? Porque já pouco tem de natural. Os hotéis instalaram-se nas escarpas , a zona de areia foi alargada, mas não há dunas. Apenas areia, e longos caminhos de madeira, para o turista não chegar á água cansado de caminhar sobre a areia. De qualquer modo para quem não conhece aqui ficam as fotos.



Ainda a marina com a praia de Ferragudo ao longe.
Ainda a marina. Na orla oposta Ferragudo e a sua bonita praia.

Jardim da Rocha. Entre a praia e os hotéis.


Parte da marina, e parte da praia, vista das escadas da Fortaleza.



instalações da recente festa na Praia da Rocha




Praia da Rocha





Imagem de Stª Catarina, na capelinha do interior da fortaleza.




Fortaleza de Stª Catarina. Onde? Praia da Rocha.



Mais um angulo da marina





Outro angulo da Marina de Portimão.



Marina de Portimão. Nos consfins da Praia da Rocha.

20070823

TELA EM ACRÍLICO


Acrílico sobre tela. Mais um quadro para o hall do filhote.

20070821

AINDA LAGOS

Monumento ao S. Gonçalo de Lagos sobre a praia da Batata.
Pronto era esta que eu queria. Monumento ao Mar na marginal á noite.

Peço desculpa. Dupliquei a imagem.


Muralhas da cidade á noite. No arco que se vê ao fundo, existe um pequeno nicho com uma imagem de S. Gonçalo de Lagos, pois segundo reza a história, foi aí que nasceu o santo que


é o Padroeiro da Cidade.



Mercado de escravos. Reza a história que aqui eram negociados os escravos capturados em África e trazidos para Portugal. Aqui seriam vendidos não só para o País, mas para os senhores




de escravos para o Brasil, e para a Europa.




As torres da igreija museu Santo António e de Santa Maria ao anoitecer





Praia de Porto Mós.













Altar lateral da igreija de S. Sebastião.







nave principal da igreija de S. Sebastião.

20070820

LAGOS

Começo este blogue com umas quantas fotos de Lagos.
Fotografar é uma das minhas paixões.
Espero que gostem das fotos.

traineira regressando da pesca














Rochas na Ponta da Piedade.

Barquinhos que levam os turistas a ver as grutas marinhas da Ponta da Piedade.










Praia D. Ana


Monumento ao mar, na marginal.


Meia praia. No fundo ao longe a baixa de Lagos



Auditório Municipal

Vista da Baia e marginal, tirada do miradouro do restaurante por cima do Mercado.




Mercado Municipal









Toda a extensão da Meia praia.