Seguidores

20090722

S. MARTINHO DO PORTO



Continuando no Destino de Férias, que tal S. Martinho do Porto?
Uma belíssima baía em forma de concha, de características únicas no país e na Europa,
fazem dela um lugar único, para a utilização balneária e para a prática de desportos náuticos. Segundo a Wikipédia, "A concha de São Martinho do Porto é o que resta de uma vasta laguna costeira, que há apenas alguns milênios se estendia muito para o interior. Este abrigo natural tem grande tradição náutica, com papel relevante na saga dos descobrimentos portugueses. Em relação à laguna, consegue ver-se a invasão do mar e o seu recuo por um assoreamento. Este facto reflete a erosão que afeta a zona costeira de Portugal.
A concha de São Martinho do Porto era um antigo golfo que com a sedimentação marinha, foi transformando numa pequena baía."
Esta baía, situada a 19 quilómetros de Alcobaça e a cerca de 100Km de Lisboa, será então o último vestígio do antigo golfo que se estendia até Alfeizerão.
Com os seus 3 quilómetros de areal, e águas calmas possui também uma barra com 250 metros de abertura, entre os Morros de Santana a sul e do Farol a norte.
S. Martinho do Porto foi um dos principais portos do País até finais do século passado, vindo a perder gradualmente a sua importância com o aparecimento dos navios a vapor. Hoje está transformado num porto de recreio.
Habitat natural de algumas aves raras como o andorinhão real, e o melro azul, entre outras mais vulgares como as gaivotas.
Se gosta de monumentos, poderá visitar a Igreja Matriz, a Capela de Stº António, a Capelinha de Nª Srª do Livramento, a Casa dos Jardins Inclinados, Fragmentos do Pelourinho, Edifícios da Rua Cap. Jaime Pinto e Rua José Avelar do Couto, e a Zona Histórica da Vila.
Na gastronomia, S. Martinho tem como outras localidades no litoral, bons pratos à base de peixe e marisco, das quais destaco a Sopa de lagosta, Sopa de Navalheira, Arroz de Marisco, Lagosta Suada, Santola Recheada, Robalo, Douradas, Linguado Grelhado, e a inevitável e saborosa Sardinha Assada.
Pessoalmente tenho poucas fotos e essas mesmas feitas no Inverno. Porém pesquisando na net encontrei dois lugares onde podem ver fotos maravilhosas caso vos interesse. Aqui e Aqui.

ESPERO QUE GOSTEM DA SUGESTÃO, E BOAS FÉRIAS.

11 comentários:

esteban lob disse...

Gracias por hacerme viajar por tu linda tierra, Elvira.

Cariños.

Ângela Coelho disse...

Meu marido conheceu um pouco de Portugal, mas eu não tive oportunidade. Ainda vou visitar tua terra e ver de perto estas maravilhas que estás nos apresentando.
Beijos no teu coração.

Deusa Odoyá disse...

Olá minha doce amiga.
Uma bela sugestão, pena que eu morando no Brasil não posso conhecer ainda seu pais.
Portugal é lindo tem belas ciddes e ilhas.
Meu pai era da ilha da madeira funchal, e até hoje nem conheço seu país.
Mas em breve estarei por essas bandas.
uma semana de muitas alegrias, paz, amor e luz.
Beijinhos doces, minha amiga.
fique na paz.
Regina coeli.

Eugénia Proença disse...

Obrigada Elvira por me recordar esta linda terra onde vivi no ano de oitenta e oitenta um.
Tem uma praia maravilhosa e segura.
Tudo de bom para si.
Bj.
Gena

Pitanga Doce disse...

Nada contra umas férias num lugar tão lindo. O casario, o mar... e como dizes: "e a gente não se cansa"...

beijos Elvira

Goldfinger disse...

Amiga Elvira

Tocou-me na verdade esta evocação de São Martinho do Porto, terra onde vivi durante doze anos, mas da qual não me afastei pois vivo há seis, a quatro quilómetros da Vila.
Não o fiz por outra razão que não fosse o facto de me ver obrigado a procurar uma casa de piso térreo e só a encontrei à medida dos nossos desejos, (meu e de minha mulher), no Chão da Parada, outra simpática e calma localidade, muito próxima de SMP.
Considero-me um privilegiado pois estou bem perto de variadíssimas praias tão bonitas, como a Foz do Arelho ou a Nazaré onde passei muitas férias com meus pais e irmãs e de que gosto muito, talvez por ser uma terra especial, muito "nossa", popular e onde os usos e costumes ainda são uma realidade.
Claro que com o novo porto de mar, deixou de se ver as nazarenas na praia quando os barcos partiam para a faina, ou aguardando a sua chegada com fé e devoção.
Mas voltemos a São Martinho do Porto, a praia das crianças. Este imenso areal oferece um cenário maravilhoso a quem nos visita, em particular às crianças e idosos que ao longo do ano, (assim que o tempo o permite), aqui vêm passar o dia, banhando-se nesta baía que pouco perigo representa.
É comum ver-se espalhados pela marginal, inúmeros autocarros, identificando as muitas terras que para aqui mandam as suas crianças e idosos. Alguns de bem longe garanto-vos.
Terra de tradição real, por cá ainda residem ou passam férias, famílias de muita tradição e fidalguia. Por alguma razão ainda se chama carinhosamente a esta linda terra, o "Bidé das Marquesas". A mim, isso não me choca nada e se durante os anos que se seguiram ao 25 de Abril essa aristocracia refreou um pouco a sua influência na localidade, a verdade é que daqui nunca partiram e estão de novo a reassumir a sua posição, se bem que em moldes bem mais moderados.
Não me vou alongar mais sobre São Martinho do Porto, pois a minha amiga fê-lo com a sua habitual mestria.
Num pequeno à parte, digo-lhe que a minha casa não se vê nas belas fotos que nos mostra, mas a minha antiga casa sim. Foi bom relembrar, embora todos os dias conviva com esta gente e com o casario que a Vila nos oferece.
Tudo de bom para si, e bem haja por lembrar a quem a lê, esta maravilhosa baía onde o Inverno vem passar o Verão.
Numa escapadela ou nus tantos dias de férias, São Martinho do Porto oferece todas as comodidades a quem nos visita e seguramente que voltará.
Uma pequena alusão à gastronomia. Antigamente pescava-se nesta Baía a Lagosta e ela foi rainha da célebre Sopa de Lagosta, prato muito apreciado na região. Com a poluição que infelizmente atacou as águas da Baía, a Lagosta desapareceu e em seu lugar, passou a imperar a Navalheira, daí que a sopa tenha passado a ser Sopa de Navalheira. Deliciosa.
Não é fácil de encontrá-la nos cardápios dos muitos restaurantes que cá existem, mas por encomenda ainda se consegue ficar com água na boca por tão saboroso prato.

Um abraço

António Inglês

São disse...

Agora não dá para ir até lá, mas foi bom ter encontrado aqui e na Aramis...

Bom final de semana, nena.

Lilá(s) disse...

Óptimas sugestöes, embora eu tenha enveredado por outros destinos...mas esses petiscos e entäo á distäncia...fazem nascer água na boca...
bjs

fj disse...

Uma boas férias!
há muito que não visitava S. Martinho. Agora fiz uma viajem através do seu blogue!
Obrigada Elvira

...é barato!..e evitam-se as filas.
:)
um abraço

Véu de Maya disse...

Antes de sair para férias passo para lhe deixar um beijinho de agradecimento pelas vistas ao meu blogue e para a felicitar peela qualidade do seu blogue que é evidente...
beijinhos,
Véu de Maya.

Susana disse...

Elvira:

Que bela sugestão...para além de sexto sentido, tens um bom Olho de Turista!

Só conheço esse lugar de passagem...mas agora com tantos pratos apetitosos que aí falas, estou já com água na boca!

Bjs Susana